22/11/2021 às 09h45min - Atualizada em 22/11/2021 às 09h45min

Volta de Arrascaeta anima o Flamengo; meia também teve problemas antes da final de 2019

GE
Uma das preocupações do Flamengo para a final da Libertadores, Arrascaeta renovou o ânimo dos rubro-negros ao entrar em campo na vitória sobre o Inter por 2 a 1, sábado, em Porto Alegre. Agora, o clube vai estabelecer o planejamento para tê-lo na melhor condição possível na final da Libertadores, sábado, contra o Palmeiras.

Nesta terça, contra o Grêmio, o Flamengo faz o último jogo antes da viagem para Montevidéu, mas a tendência é de o time ser formado na grande maioria por reservas. Aí caberá a Renato decidir se dará minutos a Arrascaeta, que ficou ausente nas 14 partidas anteriores.

Em 2019, o meia também se machucou na reta final da Libertadores, no primeiro jogo da semifinal, contra o Grêmio. A volta foi mais rápida. Ele desfalcou o time em seis jogos e retornou na partida de volta, a vitória por 5 a 0 contra os gaúchos, no Maracanã. Até a decisão contra o River Plate, o uruguaio atuou em mais cinco partidas.
 

Na final de Lima, o camisa 14 foi importante na vitória por 2 a 1, de virada, e contribuiu com uma assistência para Gabigol 

- Tenho conversado bastante com ele, temos todo cuidado para prepará-lo. Ele quem vai dando a resposta para nós. Até terça-feira vamos trocar ideias e ver a maneira que está se sentindo. A confiança quem passa para o treinador é o jogador. O mais importante é que jogou uns 20, 25 minutos (nota: Arrascaeta ficou em campo 17 minutos e 40 segundos), esteve bem e não sentiu nada. Vamos aguardar e estudar melhor o Arrascaeta para terça-feira - disse Renato Gaúcho.
Uma coincidência: assim como nesta edição de 2021, o último jogo antes da final da Libertadores de 2019 também foi contra o Grêmio, na Arena. Na ocasião, o uruguaio foi um dos poucos considerados titulares escalados desde o início.

Jorge Jesus armou o time com: Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Thuler (Rodrigo Caio) e Renê; Piris, Diego (Vinicius), Arrascaeta, Reinier, Lucas Silva (Everton Ribeiro) e Gabigol, que, de pênalti, fez o gol da vitória por 1 a 0.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ofatoagora.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp