21/10/2021 às 19h48min - Atualizada em 21/10/2021 às 19h48min

Busão da Alfabetização, idealizado por professora de Cacoal, inspira profissionais da educação do país

ASSESSORIA

A professora Edilaine Nair Sesquim, que há 13 anos dá aula na área rural de Cacoal, RO, afirmou que, depois de ver as dificuldades de aprendizagem que identificou em alguns alunos do terceiro ano, especialmente nesse período de pandemia, decidiu dar suporte aos mesmos através de visita domiciliar e foi aí que ela teve a ideia de equipar um ônibus, com todos os recursos pedagógicos possíveis, para ajudá-los em suas dificuldades. Esse ônibus, que ela denominou “Busão da Alfabetização”, foi essencial para a vida de muitos alunos, entre os quais, o Jonas Gomes de Oliveira, da Escola Cruzeiro do Norte.

A professora conta que, até bem pouco tempo, esse aluno mal conseguia identificar as letras do alfabeto, mas, através do projeto e dessas visitas pelo Busão, hoje ele consegue ler e escrever e até domina os algarismos numéricos. O ônibus, que foi lindamente decorado para atrair a atenção das crianças, possui cartazes com letras e números e conta até com uma lousa. Foi através desse meio que ela chegou até o Jonas.

A dona de casa Isabel Gomes de Oliveira, que é a mãe desse aluno, disse que antes tudo era muito difícil e o seu filho tinha dificuldades no aprendizado. Tudo isso mudou, segundo ela, após o Busão da Alfabetização e o carinho dessa dedicada professora.

O próprio Jonas diz que hoje consegue escrever o seu nome, ler historinhas e disse que o que mais lhe chamou a atenção é o fato de o ônibus ser colorido, muito bonito.

A diretora da Escola Cruzeiro do Norte, Luciane Felipe Lagassi, afirmou que está muito feliz pela dedicação de pessoas como a Edilaine. “A gente procura envolver a escola toda no processo, valorizar todo mundo. O projeto busca ativa (tem como objetivo) buscar a criança e ir até ela, o que é essencial. A Escola, com a parceria da família, produz o resultado perfeito para uma aprendizagem que vai satisfazer a escola…”, enfatizou.

Quem também gostou bastante da ideia da professora Edilaine foi o prefeito de Cacoal, Adailton Fúria (PSD). Ele ressaltou que Cacoal está vivendo novo tempo na educação e o município tem buscado a valorização dos professores e apoiado os alunos com as mais modernas metodologias de ensino e citou como exemplo a adoção por parte da Secretaria Municipal de Educação do apostilado positivo que beneficiou milhares de alunos e centenas de professores.

“Esse projeto da professora Edilaine é fantástico e precisamos expandi-lo para outras escolas do município. A Secretaria Municipal de educação está à disposição para ofertar o ônibus, o motorista, o professor, para, lá na ponta, atender às nossas crianças e às famílias cacoalenses”, concluiu o prefeito.

Honrada com o apoio recebido da direção da escola, da Secretaria Municipal da Educação e do Poder Executivo do Município, a professora Edilaine frisou que a escola precisa ser parceira da família. “Como profissional de educação eu tenho esse desejo de fazer a diferença na vida dos alunos. Eu não seria feliz em outra profissão. Amo (ser professora). Eu posso estar com o problema que for, quando vejo os meus alunos esqueço de tudo. Sou muito feliz mesmo”, concluiu essa professora que, seguramente, tem se destacado como alguém que se dedica para que iniciativas inovadoras marquem a diferença nesse projeto Busca Ativa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ofatoagora.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp