04/10/2021 às 15h31min - Atualizada em 04/10/2021 às 15h31min

Mais de 23 toneladas de lixo são retiradas das margens e leito do Rio Pirarara

Assessoria

Na manhã deste domingo, dia 03 de outubro, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) realizou uma operação de limpeza no Pirarara, em parceria com várias organizações de Governo e da Iniciativa Privada, com o objetivo de retirar os entulhos e lixo acumulado ao longo do Rio. O balanço da operação resultou na coleta de 23,7 toneladas de lixo, quantia bastante significativa que demonstra um lado positivo, que foi o empenho de todos os entes envolvidos na operação, e um lado negativo, que é o descaso de alguns moradores com o meio ambiente ao descartar todo o tipo de lixo em áreas de preservação ambiental.

Os organizadores do evento informaram que havia de tudo um pouco nas margens e leito do rio, como resto de eletrodomésticos, descartes de móveis usados, eletroeletrônicos, roupas, utensílios domésticos, galhos, restos de construção civil, etc. De todos esses entulhos, os mais prejudiciais são os plásticos e os metais que podem contaminar a água do rio e por consequência, prejudicar a vida dos peixes e outros animais anfíbios. Os peixes, por exemplo, fazem parte da cadeia alimentar humana e se ingerem substâncias tóxicas ficam impróprios para o consumo.

A SEMMA teve o apoio de várias entidades da administração pública e também da sociedade civil organizada, tais como SAAE, SEMED, SEMAGRI, SEMOSP, ASDEC, SEDAM, DEFESA CIVIL, COMDEMA, MFM SOLUÇÕES AMBIENTAIS, RLP-RONDÔNIA LIMPEZA PÚBLICA E PRIVADA, EMPRESAS VIOLATO, POSTO MAIS, BOMBEIRO CIVIL, GRUPO AMBIENTAL, ASCOBAFLOR, CÂMARA MUNICIPAL DE CACOAL, UMAM, UNESC-SER, dentre outras.

O principal objetivo dessa campanha da SEMMA, que cumpriu mais uma das tantas etapas já realizadas e das que estão por realizar, é alertar as pessoas que o depósito de lixo irregularmente causa problemas ambientais gravíssimos passíveis de multa com base na Lei nº 3.328/PMC/14 que dispõe sobre o Código Ambiental.

De acordo com a SEMMA, o lixo descartado irregularmente pode causar alagamentos e se transformar em criadouro para o mosquito transmissor da dengue e outras doenças. A população pode ajudar o município, informando a ocorrência de descarte ilegal de lixo às margens de rios e outros canais hídricos para que as providências sejam tomadas e tenhamos um meio ambiente e ecossistema mais saudável.

O prefeito de Cacoal, Adailton Fúria, tem cobrado de todos os entes da administração municipal que busquem sempre atuar em conformidade com as demandas da população, e o respeito ao meio ambiente é muito importante na prevenção a várias doenças e, portanto, medidas como essa levada a cabo pela SEMMA e parceiros, são importantes para desafogar um pouco as unidades básicas de saúde em relação a essas doenças que são evitáveis com a manutenção de um ecossistema equilibrado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ofatoagora.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp