18/09/2021 às 08h29min - Atualizada em 18/09/2021 às 08h29min

Apaixonados pela boa cultura ganham nova opção na arte literária. Dia 21 estréia FALA, MEU POETA.

Nova coluna semanal do site o fato agora chega para valorizar ainda mais a cultura de Rondônia

A convite do Site “O fato Agora”, o apreciador de boas leituras, musicista e acadêmico de Direito da Unesc de Vilhena, Jefferson Faria, estreia no próximo dia 21, a coluna “Fala, meu poeta“, nos honrando como o mais novo colaborador deste veículo de comunicação. O novo colunista, de apenas 29 anos, natural de Lençóis Paulista - SP (terra do imortal Orígenes Lessa), apreciador de música clássica, tem verdadeira paixão pela escrita, especialmente em obras literárias, com as quais desenvolveu maior afinidade. Jefferson já escreveu mais de 200 obras, entre poesias e crônicas e até mesmo no curso de Direito - área em que a poesia não se inclui na essência - usa a linguagem para expressar seus pontos de vista em trabalhos com maior flexibilidade linguística, a exemplo da disciplina de Projeto Integrador – PI, que permite ao acadêmico uma variedade de formas de expressão, que vão dos textos convencionais às produções audiovisuais. No ano passado, produziu um vídeo acadêmico intitulado “Paroxítona”, onde usou a poesia para narrar os efeitos da pandemia em nossa sociedade. A produção inusitada despertou o interesse de acadêmicos de diversos cursos e foi até publicada no Youtube. Em sua coluna, Jefferson pretende contribuir com a arte e a cultura, utilizando seus poemas e crônicas para difundir, por meios das suas obras já produzidas e novas, um pensamento reflexivo acerca de temas que poderão ser abordados poeticamente, de maneira leve, mas, que sejam relevantes para toda a sociedade rondoniense. Para quem aprecia novidades literárias, será um espaço que deve garantir momentos de inflexão aos leitores. “Espero que, ao externar algumas provocações, inquietações e questionamentos, eu possa aprender e ao mesmo tempo contribuir para o incentivo à leitura e, automaticamente, com o crescimento cultural e intelectual daqueles que, mesmo que por curiosidade, se dispuserem a acompanhar os meus escritos, mas, mais do que isso, levar alguma alegria e tirar alguns sorrisos dos nossos leitores” - disse o colunista de O Fato Agora.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ofatoagora.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp