10/09/2021 às 15h13min - Atualizada em 10/09/2021 às 15h13min

Vídeo mostra momento em que mãe é morta a tiro para proteger bebê

Rondoniaaovivo

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) divulgou imagens do exato momento em que o criminoso Alex Dias do Nascimento, 36, assassinou a tiro Daniele Santos Reis, 31, no dia 18 do mês passado na Rua João Goulart com Padre Ângelo Cerri, bairro São João Bosco, em Porto Velho (RO).

As imagens mostram o casal caminhando na via. O marido de Daniele seguia com o bebê deles de 10 meses no colo.

O assassino passa pelo casal de bicicleta e logo na sequência desce de repente por trás das vítimas. A mulher percebe e para tentar  proteger o bebê dela e o marido, ela vai em direção ao criminoso que na sequência atira.

A vítima acaba atingida no tórax e cai ao solo. O assassino mesmo vendo que o marido dela estava com o bebê no colo não teve piedade e mesmo assim continua atirando.

O homem e o bebê por muita sorte não foram atingidos. O criminoso Alex foge em seguida.

A Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) deflagrou nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (09) a Operação Matrem com o objetivo de prender Alex Dias do Nascimento, 36, André R. S. S.  27, Judson Gabriel B. F., 23, e Lucas S. F., 26, envolvidos na morte da mulher.

Os acusados estão foragidos da Justiça e denúncias podem ser feitas no número 197 da Polícia Civil.

Segundo a delegada Leisaloma Carvalho, responsável pelas investigações do crime, o acusado Alex teria sido o autor do disparo que matou Daniele. Ele tinha a intenção de matar o marido da vítima, que saiu correndo com o bebê do casal, uma criança de 10 meses.

A mulher para proteger o bebê e o marido entrou na frente do acusado e foi atingida. Ela caiu morta no local. O marido dela com o bebê no colo conseguiram escapar dos disparos.

Ainda conforme Leisaloma Carvalho, a motivação para o crime teria sido uma rixa por causa de drogas entre o marido de Daniele e o acusado, Alex.

A participação dos outros três envolvidos seria em emprestar a arma usada no assassinato e passar informações sobre a localização da vítima e o marido dela naquele momento do assassinato.

O nome da operação “Matrem” significa mãe em latim e faz referência ao ato de sacrifício de Danielle ao se colocar como escudo da filha.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://ofatoagora.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp